PATA DA MOURA Turismo Rural

PATA DA MOURA

 

Uma casa construída pedra a pedra!

A casa não tem preço, porque tem o valor de uma vida e a dimensão de um sonho.

Este é o seu projeto de vida, que lhe arrancou ao corpo e ao espirito mais de 20 anos de trabalho, sem hora marcada, sem ponto para começar ou acabar. Tanto tempo faz a diferença em qualquer vida, mas Viriato Lico nem reparou que o relogio é implacável, que o presente mal existe de tão depressa que passa, de tal maneira esteve mergulhado na concretização da sua fantasia.

A mim parece-me que comecei só há dois anos.conta numa entrevista ao Jornal de Noticias

O comum dos mortais luta para ter uma casa para viver, mas Lico, transformou a casa num passatempo sem limites, onde dá asas á imaginação para moldar um ideal, que considera uma paixão, tal como a de um escultor pela sua arte.

desde criança que tinha gosto pele execução de miniaturas, casas, chalés, a Torre Eiffel. O tamanho pequeno deixou de o satisfazer e matutou que haveria de avançar para o tamanho real.

Assim fez, lançou-se na epopeia de edificar sozinho a própria casa, cujos pormenores, os toques e retoques, equivalem a cinco ou seis casas normais. Delineou o projeto, feito e refeito todos os dias.

Percorre quilómetros em busca da pedra certa. Não serve uma qualquer, é preciso ser “a tal”. Cada pedra tem um lugar determinado idealizado por antecedência. Ás vezes recolhe-as e espera seis ou sete anos para as colocar no lugar para onde sempre estiveram destinadas.

Fala em anos como se de dias ou semanas se tratassem, como se a vida se limitasse ao presente da construção de uma aspiração para marcar a diferença.

Cada pedra foi talhada pelo próprio punho!

A casa está contruida em granito e xisto, materiais da região.

 

PATA DA MOURA

Estrada N103/7
Bragança

Tel.: 965640300

Website.: http://www.patadamoura.pt/

 

O seu nome (obrigatório)

O seu email (obrigatório)

Assunto

A sua mensagem

It was a sign of things to come for the Chicago Bears, whether in the near or distant future.

Labeled the third-team quarterback and a developmental project at the outset of training camp, rookie quarterback Mitchell Trubisky took snaps with the second team on Wednesday as the Bears completed a full week of practices.

”Don’t read too much into it,Alshon Jeffery Jersey” coach John Fox said. ”It’s just a matter of getting guys through different centers, different groups.

”It’s something that we mentioned would happen at some point throughout camp.”

The Bears traded up to the second pick in the first round to select Trubisky out of North Carolina in the 2017 draft, so his progress is important even if the plan is to let him learn behind starter Mike Glennon and backup Mark Sanchez.

It has been an up-and-down process to this point.

On Saturday, Trubisky fumbled three snaps in one drill, and then fumbled the next day again.Jordan Howard Jersey He has since been steadier since then.

”He’s learning a whole new offense,” Fox said. ”A whole different NFL coverage package that we see, a little bit more extensive types of coverages.Kyle Long Jersey So I think the guy’s done everything he can. He’s improving every day.

”He’s got a great work ethic. He learns quickly and works hard. You can’t ask for much more.Danny Trevathan Jersey

Trubisky blamed himself for the fumbles, although they came with different players at center. One of the concerns over Trubisky heading into the draft was his inexperience taking direct snaps from center, because he played in the shotgun in college.

”It was frustrating because that was uncharacteristic of me and I’ve just got to handle that,” Trubisky said. ”They were just wasted plays and I was kind of frustrated because I kind of wasted a team session right there and I didn’t allow myself or my teammates to get better.